O presidente eleito da Argentina, Javier Milei, recebeu um terço do papa Francisco na sexta-feira (24).

O terço, abençoado pelo papa Francisco, foi enviado a Milei e à vice-presidente eleita, Victoria Villarruel, informou o gabinete do presidente eleito através de sua conta na rede social X.

O presente do papa Francisco vem depois da conversa telefônica que ele teve na semana passada com o futuro presidente da Argentina, na qual o papa o parabenizou e o aconselhou a ter "coragem e sabedoria" para este novo período.

Javier Milei aproveitou o telefonema para convidar o papa a visitar o país em 2024.

Durante a campanha presidencial, Milei fez críticas ao papa.

Em uma entrevista à agência oficial de notícias da Argentina, o papa Francisco criticou os “salvadores da pátria” que se apresentam na política e seduzem os jovens. A imprensa argentina interpretou a fala como uma referência, sem nomear, a Milei.

Javier Milei, economista libertário, venceu no dia 19 de novembro, no segundo turno eleitoral, o candidato Sergio Massa, que representava a continuidade do atual governo, de orientação kirchnerista.

Enquanto Massa propunha um modelo baseado na presença e intervenção do Estado no crescimento econômico do país, Milei obteve a maioria dos votos com propostas como a eliminação de impostos, a remoção de subsídios e a promoção do mercado livre, reduzindo ao mínimo a presença do Estado.

Javier Milei tomará posse como presidente no dia 10 de dezembro.