A atriz australiana Sarah Snook ganhou o prêmio de melhor atriz em série de drama no Emmy Awards deste ano, Snook estava grávida quando gravou a quarta temporada da série Succession. A atriz agradeceu à filha que nasceu em maio do ano passado pelo prêmio na cerimônia de entrega na segunda-feira (15), em Los Angeles, Califórnia, EUA.

Snook ganhou o prêmio pelo papel como Siobhan "Shiv" Roy.

“Obrigada a todos que votaram e por amarem a série tanto quanto nós, tanto o elenco que a criou quanto a equipe de produção que a fez”, disse Snook ao agradecer o prêmio e falar da equipe da série e de seus pais. “Mas o maior agradecimento que tenho que dar é para alguém que não vai entender nada do que estou dizendo neste momento”, disse a atriz. “Eu a carreguei comigo nessa última temporada. Na verdade, foi ela quem me carregou. “É muito fácil atuar quando você está gravida, porque seus hormônios estão à flor da pele.  Foi a proximidade da vida dela crescendo dentro de mim que me deu forças para fazer isso e essa performance. Eu te amo muito, é tudo por você daqui para frente. Obrigada”.

A gravidez não é um impedimento para o sucesso

A conta no X da Marcha pela Vida, que vai acontecer amanhã em Washington DC, publicou o testemunho e comentou que as mulheres “não precisam do aborto para ter sucesso”.

"A igualdade feminina e o empoderamento não se baseiam na desumanização dos mais vulneráveis e em tratar os não nascidos como objetos”.

"O empoderamento é apoiar as mulheres e lhes assegurar que elas são mais do que capazes de escolher a vida e, ao fazê-lo, o bebê não vai 'atrapalhar' a vida delas, mas se somará a elas”.

"A gravidez é um superpoder exclusivo das mulheres que deve ser protegido e abraçado. Ela não deve ser vista como um fardo ou um obstáculo para o sucesso. Vamos parar de colocar as mães contra seus filhos. Em vez disso, vamos começar a ver o relacionamento entre as mães e seus filhos como um dos maiores motivadores para as mulheres atingirem qualquer objetivo”.

"A vida é bela; vamos começar a vê-la como tal".

A 51ª March for Life acontecerá amanhã (19) em Washington DC, EUA, sob o tema With every woman, for every child (Com cada mulher, por cada criança).

Todos os anos, em janeiro, milhares de pessoas pró-vida se reúnem nas ruas para levantar a voz no aniversário de Roe x Wade, o caso da Suprema Corte que legalizou o aborto nos EUA em 1973.

A March for Life começará ao meio-dia (horário local) e será possível acompanhá-la ao vivo em seu site, Facebook e canal do YouTube

Este artigo foi publicado originalmente por ChurchPOP, um serviço da EWTN News Inc. a que pertence ACI Digital.