Religiosa que evitou massacre em Myanmar arrisca a vida por pacientes de covid

Irmã Ann Rose Nu Tawng pede à polícia para não atirar em manifestantes durante distúrbios em Myanmar / Crédito: Mídia local de Myanmar