Presidente do México permite marchas feministas, mas restringe culto

Feministas violentas atacam policiais femininas e vandalizam a Catedral Metropolitana do México, em 8 de março de 2020. Crédito: David Ramos / ACI Prensa.