Carregando...

Preparação para a Confissão

1. Orações para infundir na alma o arrependimento necessário para a confissão

- Em nome do Pai, do Filho, e do Espírito Santo, Amém.

a. Vinde, Espírito Santo

- Vinde, Esp írito Santo, e enchei os corações dos vossos fiéis, e acendei neles o fogo do vosso amor.

Enviai, Senhor o vosso Espírito, e tudo será Criado, e renovareis a face da terra.

Ó Deus, que instruistes os vossos fiéis, com a luz do Espírito Santo, fazei que apreciemos retamente todas as coisas, e gozemos sempre da sua consolação, por Cristo, Senhor nosso, Amém.

b. Pai Nosso, Ave Maria e Glória

- Pai nosso, que estais no c éu, santificado seja o Vosso Nome; venha a nós o Vosso Reino, seja feita a Vossa Vontade, assim na terra como no céu. O pão nosso de cada dia nos dai hoje, perdoai as nossas ofensas, assim como nós perdoamos a quem nos têm ofendido, e não nos deixeis cair em tentação, mas livrai-nos do mal, Amém.

- Ave, Maria, Cheia de Graça! O Senhor é contigo, bendita és tu entre as mulheres e bendito é o fruto do teu ventre, Jesus! Santa Maria, mãe de Deus, roga por nós pecadores, agora e na hora de nossa morte, Amém.

- Glória ao Pai, ao Filho, e ao Espírito Santo, como era no princípio, agora e sempre, Amém.

- Ó, meu Jesus, livrai-nos do fogo do inferno, levai as almas todas para o céu, principalmente as que mais precisarem!

c. Salmo 50 - chamado "Miserere"
(que quer dizer "tem piedade", que é a primeira palavra do Salmo).

1.Ao mestre de canto. Salmo de Davi.

2.Quando o profeta Natã foi encontrá-lo, após o pecado com Betsabé

3.Tende piedade de mim, ó Deus, segundo a vossa bondade, e conforme a imensidade de vossa misericórdia, apagai a minha iniqüidade.

4.Lavai-me totalmente de minha falta, e purificai-me do meu pecado.

5.Eu reconheço a minha iniqüidade, diante de vós está sempre o meu pecado.

6.Só contra vós pequei, o que é mau fiz diante de vós. Vossa sentença assim se manifesta justa, e reto o vosso julgamento.

7.Eis que nasci na culpa, minha mãe concebeu-me no pecado.

8.Não obstante, amas a sinceridade de coração; infunde-me, pois, a sabedoria no mais íntimo de mim.

9.Aspergi-me com um ramo e ficarei puro; lavai-me e me tornarei mais branco do que a neve.

10.Fazei-me ouvir uma palavra de gozo e de alegria, para que exultem os ossos que triturastes.

11.Dos meus pecados desviai os olhos, e minhas culpas todas apagai.

12.Ó meu Deus, criai em mim um coração puro, e renovai-me o espírito de firmeza.

13.De vossa face não me rejeiteis, e nem me priveis de vosso Santo Espírito.

14.Restituí-me a alegria da salvação, e sustentai-me com uma vontade generosa.

15.Então, aos maus ensinarei vossos caminhos, e voltarão a vós os pecadores.

16.Deus, ó Deus, livrai-me da pena deste sangue derramado; E a vossa misericórdia a minha língua exaltará.

17.Senhor, abri meus lábios, a fim de que minha boca anuncie os vossos louvores.

18.Vós não vos aplacais com sacrifícios rituais; e se eu vos oferecesse um sacrifício vós não aceitaríeis;

19.Meu sacrifício, ó Senhor, é um espírito contrito; um coração arrependido e humilhado, ó Deus, não haveis de desprezar.

20.Senhor, pela vossa bondade, tratai Sião com benevolência, reconstruí os muros de Jerusalém!

21.Então aceitareis os sacrifícios prescritos, as oferendas e os holocaustos; então, sobre o vosso altar vítima vos serão oferecidas.

d. Salmo 129 - chamado "de profundis"
(que quer dizer "do fundo", que é como começa o Salmo).

1.Do fundo do abismo, clamo a v ós, Senhor!

2.Senhor, ouvi minha oração; que vossos ouvidos estejam atentos à voz de minha súplica.

3.Se levardes em conta nossos pecados, Senhor, quem poderá permanecer diante de vós?

4.Mas em vós se encontra o perdão dos pecados, para que, reverentes, o sirvamos.

5.Ponho a minha esperança no Senhor. Minha alma tem confiança em sua palavra.

6.Minha alma espera pelo Senhor, mais ansiosa do que os vigias esperando a manhã;

7.Mais do que os vigias aguardam a manhã, Espere Israel pelo Senhor. Porque junto dele se acha a misericórdia; Encontra-se nele copiosa redenção.

8.Ele mesmo há de remir Israel de todas as suas iniqüidades.

2. Condições para a boa confissão

(O conhecimento dos próprios pecados, sem o necessário arrependimento, em vez de diminuir, só aumenta a gravidade das nossas culpas. E arrepender-se sem pedir perdão agrava ainda mais o erro. É necessário reconhecer que erramos, arrepender-se dos erros, e pedir perdão por esses erros.)

a. Exame de Consciência

(Os mandamentos são uma exigência do amor. Deus nos pede para o amarmos e nos amarmos. Será que o fazemos?)

· 1º Amando a Deus acima de tudo: Neguei a fé? Duvidei da existência de Deus? Escarneci da religião? Deixei de rezar por muito tempo? Declarei que o matrimônio, o sacerdócio, a confissão, a missa estão utrapassados?

· 2º Não tomando o seu Santo Nome em vão: Cantei músicas blasfemas? Zombei da Igreja, das cerimônias religiosas ou de seus representantes? Falei mal do Santo Padre, o Papa? Acusei a Igreja de ser falsa, ou desonesta? Acusei Deus de injusto? Roguei pragas? Contei piadas em que Deus aparece como personagem, rindo dEle? Jurei em falso, ou à toa?

· 3º Guardando os dias santificados: Passei o Domingo na frente da televisão? Faltei na missa nesse mesmo dia? Fiz piada com a santa missa? Disse que "já assisti missas que chega"? Fui na missa para "cumprir a obrigação"? Dediquei uma parte do meu tempo a Deus, lendo a Bíblia e rezando?

· 4º Honrando pai e mãe: Fui desobediente aos pais, autoridades ou superiores? Desejei-lhes algum mal, talvez a morte? Obedeci-lhes em coisas contrárias à lei de Deus? Negligenciei como pai e mãe ou irmão mais velho, os deveres de educação e instrução religiosa?

· 5º Não matando: Tive ódio? Recusei o perdão a quem me pediu? Desejei a morte para mim ou para outros? Ensinei a praticar pecados? Seduzi alguém ao pecado? Defendi o assassínio de bebês através do aborto? Desejei a guerra, ou me entusiasmei por ela? Falei que "a terra tá cheia demais, e precisa mesmo morrer gente"?

· 6º Guardando a castidade; 9º Não cobiçando a mulher (ou marido) do próximo: Tenho visto revistas e filmes pornográficos? Faço ou aprovo o sexo sem o matrimônio ou fora do matrimônio? Defendi ou propaguei a sua leitura? Acaso me divirto observando na rua o corpo das pessoas, e fazendo gracejos com elas, ou em conversas indecentes sobre as pessoas que passam? Tenho me vestido de maneira sensual? Provoquei os outros com meu comportamento? Fiz intriga para acabar namoros ou casamentos que eu não aprovava, ou cobiçava? Aprovo a prostituição? Sou promíscuo? Zombei da virgindade de alguém? Me envergonhei da minha virgindade, rejeitando-a?

· 7º Não roubando; 10º Não cobiçando as coisas alheias: Prejudiquei alguém ou tive desejo de prejudicar, enganando no troco, nos pesos e nas medidas, ou roubando? Fiz dívidas desnecessárias à subsistência? Paguei as minhas dívidas? Comprei bebidas ou cigarros a fiado, sem ter como pagar? Gastei meu salário com outras coisas, faltando em casa para a comida? Recusei a dar esmolas, nem que seja de comida? Roubei de Deus o dinheiro que devia dar a Ele para o sustento da Igreja? Deixei de devolver algo que não me pertence? Paguei com justiça os meus empregados?

· 8º Não mentindo: Falei mal dos outros pelas costas? Fui fiel à verdade ao comentar acontecimentos passados? Exagerei ou inventei qualidades para ganhar um emprego ou subir no emprego? Prejudiquei alguém com minhas palavras? Fiz alguém perder o emprego? Fiz juízo errado das pessoas? Duvidei da honestidade de alguém? Acusei algum mendigo ou pedinte de desonestidade? Revelei faltas ocultas dos outros? Ridicularizei ou humilhei alguém na frente dos outros? Fui fingido? Digo aos outros que sou católico mas não frequento a Igreja? Caluniei os sacerdotes e religiosas?

b. Tenho sido um bom cristão?

(Os mandamentos da lei de Deus nos mostram como evitar o caminho errado. E o caminho certo? Será que o seguimos?)

· Dando de comer a quem tem fome e de beber a quem tem sede: Dei esmolas em dinheiro ou comida para os pedintes? Ajudei os amigos, parentes ou vizinhos desempregados? Paguei um salário justo aos empregados? Tenho ajudado meus pais idosos com comida ou remédios?

· Vestindo os que estão nus: Tenho roupas demais? Tenho o armário cheio de roupas e digo "não tenho o que vestir"? Me visto só com roupas da moda? Já dei uma roupa nova e bonita a alguém que precisava dela? O que faço com as roupas que me sobram?

· Visitar os enfermos e cativos: Sou doador de sangue? Visito os meus parentes e amigos doentes? Sei se na minha rua tem alguém doente? Visito meus pais idosos?

· Dar pousada aos peregrinos: Cobro um preço justo pelo aluguel? Expulsei um filho de casa? Recusei morada a algum parente? Ajudo os desabrigados nas enchentes e enchurradas? Tenho bons sentimentos para com os imigrantes de outras cidades e estados?

· Remir os cativos e oprimidos: Ajudo os drogados a largar o vício e os prostituídos a mudar de vida? Tenho vontade de ajudar a Igreja nas visitas que faz ao presídio, indo lá ou colaborando com doações?

· Enterrar os mortos: Evito de ir a velórios e enterros? Vou só por obrigação social? Concedi um enterro cristão aos meus parentes, chamando um sacerdote?

· Dar bons conselhos; Ensinar aos ignorantes; Consolar os aflitos: Tenho conversado com meus filhos, ensinando-os a moral cristã? Tenho ensinado eles ou os outros a não pecar, por amor a Deus? Tenho aconselhado os pais a batizar os filhos, e os pecadores a se confessar? Aconselhei alguém a evitar o suicídio, ou a não usar drogas? Me ofereço para dar catequese? Perdoar as injúrias; Sofrer com paciência as fraquezas do próximo; Corrigir os que erram: Tenho tido paciência com os erros dos outros? Tenho perdoado com facilidade a quem me ofendeu? Tenho alertado às pessoas de vida errada? Tenho alertado aos jovens promíscuos sobre o seu erro? Tenho corrigido meus filhos quando erram?

· Rogar a Deus pelos vivos e pelos defuntos: Lembro dos meus parentes e amigos falecidos nas minhas orações? Quando rezo peço mais para mim do que para os outros? Rezo pelos problemas dos outros? Ofereço missas pelas necessidades dos vivos e pelas almas dos falecidos?
(Anote o que você descobriu.)

(Faça agora uma lista do que você descobriu. Se você esqueceu algum pecado leve, será perdoado, basta que você se arrependa. Se você quiser, pode somente entregar a lista para o sacerdote, e depois dar fim nela, de preferência queimando-a.)

c. Ato de contrição

- Senhor meu Jesus Cristo, Deus e homem verdadeiro, Criador e Redentor meu, por serdes vós quem sois, sumamente bom e digno de ser amado sobre todas as coisas, e porque vos amo e vos estimo, pesa-me, Senhor, de vos ter ofendido; e proponho firmemente, ajudado com os auxílios de vossa divina graça, emendar-me e nunca mais tornar a vos ofender; espero alcançar de vossa infinita misericórdia o perdão de minhas culpas. Amém.

d. Ato de fé, esperança e caridade

(Quando pecamos, quebramos o laço de amor, confiança e esperança que nos liga com a parte ofendida e com Deus. Por isso, devemos renovar nosso amor, confiança e esperança em Deus.)

- Meu Deus, eu vos amo acima de tudo, porque só vós sois bom. Creio em vós porque sois a própria verdade. Espero receber de vós a salvação e o perdão dos meus pecados, porque sei que só Vós sois bom e misericordioso. Amém.

3. Depois da confissão

(Volte para o banco da Igreja, de preferência perto do altar, de onde possa ver o Sacrário onde está Jesus na Hóstia Santa, e a Cruz. Agradeça a Deus pelo dom da Salvação, pois hoje você ressuscitou com Cristo! Aleluia! Festa no céu para cada pecador que se converta!)

a. Agradeça rezando o Salmo 29

1.Eu vos exaltarei, Senhor, porque me livrastes. Não permitistes que exultassem sobre mim meus inimigos!

2.Senhor, meu Deus, clamei a vós e foi curado,

3.Senhor, minha alma foi tirada por vós da habitação dos mortos, dentre os que descem para o túmulo vós me salvastes!

4.Ó vós, fiéis do Senhor, cantai a sua glória; dai graças ao seu Santo Nome.

5.Porque a sua indignação dura apenas um momento, enquanto sua benevolência é para toda a vida. Pela tarde vem o pranto, mas de manhã retorna a alegria.

6.Eu porém, disse, seguro de mim: "Não serei jamais abalado".

7.Senhor, foi por favor que me destes honra e poder, mas quando escondestes vossa face, fiquei aterrado.

8.A vós, Senhor, eu clamo, e imploro a misericórdia do meu Deus!

9.Que proveito vos resultará de retomar-me a vida, de minha descida ao túmulo?

10.Porventura vos luvará o meu pó? Apregoará ele a vossa fidelidade?

11.Ouvi-me, Senhor, e tende piedade de mim; Senhor, vinde em minha ajuda.

12.Vós convertestes o meu pranto em prazer, tirastes meus farrapos de penitência e me destes roupas de festa.

13.Assim, minha alma vos louvará sem calar jamais. Senhor, meu Deus, eu vos bendirei eternamente.

(Reza pelo Santo Padre, o Papa)

- Pai Nosso, Ave Maria e Glória ao Pai. b. Ato de desagravo

(O ato de desagravo é um tipo de oração para consolar a Deus pelos nossos pecados. As orações abaixo foram ensinadas pelo Anjo da Paz às crianças de Fátima a quem apareceu Nossa Senhor. Reze na frente do sacrário da Igreja, onde está Jesus na Hóstia Santa:)

- Meu Deus eu creio, adoro, espero e amo-vos!

E peço perdão por todos os que não creêm, não adoram, não esperam e não vos amam! (3x)

- Santíssima Trindade: Deus Pai, Filho e Espírito Santo, eu vos adoro profundamente, e vos ofereço o preciosíssimo Corpo, Sangue, Alma e Divindade de Jesus Cristo, presente em todos os Sacrários do mundo inteiro, em reparação pelas inúmeras ofensas, sacrilégios e indiferenças com que é todos os dias ofendido.

- E pelos infinitos merecimentos do Seu Santíssimo Coração e do Coração Imaculado de Maria, peço-vos a conversão dos pobres pecadores! (3x)

c. Faz um firme propósito

(Reza olhando para a cruz:)

- Jesus, tu fizeste tudo isto por mim,
o que posso fazer por ti? (3x)

d. A disposição de fazer penitência

(Quando causamos prejuízo a alguém, não basta pedir desculpas. É preciso consertar o estrago. E para oferecer a Deus uma satisfação pelo mal que causamos, fazemos a penitência, especialmente na quaresma.

A penitência que mais agrada a Deus é que dividamos o nosso pão com o faminto, e que façamos "um jejum da língua", deixando de falar mal dos outros. O jejum e a esmola também são para Deus uma satisfação agradável por nossas culpas, pois nos desapega dos bens materiais.)

e. Oração a Jesus Crucificado

- Eis-me aqui, meu bom e doce Jesus! De joelhos me prostro em tua Santa presença, e te suplico que te dignes a gravar em meu coração os mais vivos sentimentos de fé, esperança e caridade, verdadeiro arrependimento dos meus pecados e firme propósito de conversão, enquanto contemplo, com vivo afeto e dor, as tuas cinco chagas, tendo diante dos olhos o que o profeta Davi já dizia de ti, ó meu bom Jesus: "Perfuraram minhas mãos e os meus pés, e posso contar todos os meus ossos".

(Pede a benção de Deus e despede-te, mas promete-lhe voltar em breve.)

- Em nome do Pai, do Filho, e do Espírito Santo, Amém.

RECOMENDAMOS »

Abr
25

Católico em dia

25 de abril de 2014

  • Você sabia que: Ao princpío, o título de Cardeal se atribuía genericamente às pessoas ao serviço de uma igreja ou diaconia, reservando-o mais tarde aos responsáveis das Igrejas titulares de Roma e das igrejas mais importantes da Itália e do estrangeiro.

Podcast

Evangelho do dia

Lucas 24, 1-12

Evangelho
Data
03/30/14
03/29/14
03/28/14

Homilia do dia

Lucas 18,9-14

Homilia
Data
03/29/14
03/28/14
03/27/14

Mais Popular

  Assinar 
Cancelar Assinatura
  

Siga-nos: