Papa lamenta que o mundo volte a ser ameaçado com armas nucleares

Papa Francisco / Daniel Ibáñez (ACI Prensa)