Papa Francisco recorda que aborto é assassinato: É como contratar um assassino de aluguel

Papa durante a Audiência Geral. Foto: Daniel Ibáñez / ACI Prensa