Hoje recorda-se os 100 anos do genocídio armênio

Por Abel Camasca