“Durante uma adoração em minha paróquia eu senti Deus me chamando a servi-Lo como padre”, afirma seminarista brasileiro

Cláudia Brito de Albuquerque e Sá
Seminarista Manuel Rodrigues e o Arcebispo de Fortaleza, Dom José Antonio. Foto Divulgação/Arquidiocese de Fortaleza