Conselho episcopal europeu pede: "Em nome de Deus, parem" a guerra da Ucrânia

Foto ilustrativa / Daniel Ibáñez (ACI)