Celibato amplia o coração e permite dar-se aos outros, afirma sacerdote

Ordenação sacerdotal. Crédito: Alexey Gotovsky / ACI