Católicos da Ucrânia são poucos e muito perseguidos

Militar ucraniano reza com vela na mão / Cortesia ACN