Cardeal húngaro descarta intercomunhão em congresso eucarístico

O cardeal Péter Erdő no Vaticano em 2015./ Daniel Ibáñez/CNA.