Abusos não podem nos cegar diante de “milagres cotidianos” da Igreja, diz embaixadora

Nikki Haley. Foto: Wikipedia (CC BY 4.0)