A violência em nome de Deus é uma blasfêmia, afirma o Papa após ataques terroristas

Por Alvaro de Juana
Foto: Twitter @LANACION