Hoje (22) é dia do beato Mahomed Abdalá (Maometto Abdalla), muçulmano que se converteu ao catolicismo e recebeu um presente especial de são Pedro Nolasco.

No livro "Vida do Glorioso Patriarca São Pedro Nolasco" conta-se que Mahomed era parente do então rei Abenjason da cidade de Niebla, que naquela época pertencia ao reino de Sevilha, na Espanha. Ele sabia muito sobre artes e medicina, mas também era apaixonado por magia e astrologia.

Em 1248, Sevilha foi "reconquistada" pelos cristãos e os mercedários chegaram à cidade.  O beato ouviu falar deles e ficou maravilhado com o que eles faziam pela conversão das pessoas e para resgatar prisioneiros cristãos dos seguidores do Islã.

O muçulmano queimou seus objetos de superstição e magia e começou a sua formação na fé católica. Para ser batizado foi para Barcelona, ​​onde conheceu são Pedro Nolasco. O santo lhe ministrou o sacramento e o recebeu na ordem mercedária.

A partir de então passou a se chamar Paulo de Santa Maria e foi enviado para ajudar no hospital São Lázaro de Zaragoza. Lá, dedicou-se a servir aos doentes e necessitados até a sua morte.