União europeia defende o direito das famílias escolherem a educação de seus filhos

Sede da Comissão Europeia em Bruxelas. Foto: Pixabay