Sacerdote é sequestrado em novo ataque na Nigéria

Pe. Nicholas Oboh. Crédito: Augustine Mario / Twitter