Papa Francisco pede a Putin que pare a "espiral de violência e morte" na Ucrânia

Papa Francisco / Vatican Media