Papa critica a hipocrisia do mundo que clama “liberdade”, mas é sempre mais escravo

Papa em Santa Marta. Foto: Vatican Media