O Papa Francisco e Evo Morales dialogaram sobre a decisiva contribuição da Igreja na Bolívia

Foto AICA