O Papa espera que diferenças entre cristãos se resolvam gradualmente