O Papa e o líder da Igreja Armênia assinam declaração contra o fundamentalismo religioso

Por Alvaro de Juana
O Papa e o Catholicós Karekin se abraçam. Foto: Edward Pentin / ACI Prensa