O Papa coloca uma nova exegese bíblica para superar deficiências atuais