O Atentado foi uma inaceitável loucura, afirma Núncio na Noruega