Nova York permite que pessoas se identifiquem como homens, mulheres ou gênero "X"

Foto referencial / Pixabay (Domínio público)