Não posso ficar calado diante das "canções de morte" do aborto, diz arcebispo