Mãe que esteve sequestrada por 453 dias incentiva a confiar em Deus diante do coronavírus

Por Walter Sánchez Silva
Diana María Toro e seu marido no dia de sua libertação. Foto cortesia Diana María Toro