Líder evangélico segue o gesto do Papa Francisco e pede perdão pela discriminação contra católicos

Geoff Tunnicliffe e sua esposa. Foto: SEK/Thomas Flügge (CC BY-NC 2.0)