Governo e Episcopado dão primeiros passos para normalização de relação mútua