Evangelizar a Amazônia é mais importante do que debater o celibato, diz bispo

Dom Waldo Barrionuevo. Foto: Daniel Ibáñez / ACI Prensa