Equatorianos manifestam total apoio a decisão do Arcebispo de Quito