Cardeal Sarah: Nigerianos assassinados pelo Estado Islâmico são "mártires"

Cardeal Robert Sarah. Crédito: Bohumil Petrik / ACI Prensa.