Bispo pede não desesperar ante atentado na Somália que deixou ao menos 300 mortos