Arcebispo indica que "governo compartilhado" deve priorizar bem-estar de porto-riquenhos