Anunciam libertação de sacerdote que tinha sido sequestrado

Pe. Nicholas Oboh. Crédito: Augustine Mario / Twitter