Religiosas trabalham para reconstruir seu hospital destruído pela explosão em Beirute

Religiosas em Beirute. Crédito: Ajuda à Igreja que Sofre