Carregando...
Papa: Sacerdotes devem ter anseio profundo de santidade e fidelidade heróica

VATICANO, 20 Jan. 12 / 08:22 am (ACI/EWTN Noticias).- Ao receber essa manhã um grupo de seminaristas do Almo Colégio Capranica de Roma, o Papa Bento XVI ressaltou que os sacerdotes devem ter um anseio profundo de santidade  que, além da acética, devem viver a fidelidade de maneira heróica.

Em seu discurso aos membros da instituição citada, que em 21 de janeiro celebra a festa de Santa Inês, virgem e mártir, o Papa fez algumas reflexões sobre a vida de este testemunho de fé.

"O martírio, para Santa Inês, significou a generosa e livre aceitação de doar sua jovem vida, totalmente e sem reservas, para que o Evangelho seja anunciado como verdade e beleza que iluminam a existência.” indicou o Santo Padre.

O Santo Padre ressaltou que "no martírio, Inês assume outro compromisso decisivo da sua vida: a virgindade por Cristo e sua Igreja. A entrega total no martírio foi precedida pela opção consciente, livre e madura da virgindade, como testemunho do desejo de ser totalmente de Cristo (...). Inês, ainda jovem, aprendeu que ser discípulo do Senhor significa amá-Lo, colocando em jogo toda a existência”.

"A formação do presbítero também deve ser integral, completa: exige exercício acético, constância, fidelidade heroica em todos os aspectos da vida. Na base, deve ter uma sólida vida espiritual, animada por uma relação intensa com Deus no nível pessoal e comunitário, com um especial cuidado nas celebrações litúrgicas e na frequência dos sacramentos.”

O Papa Bento XVI ressaltou também que “a vida sacerdotal requer um
crescente desejo de santidade, um claro “‘sensus Ecclesiae’ e uma abertura à fraternidade sem exclusões nem parcialidades”

“Do caminho de santidade do presbítero também faz parte da sua decisão de forjar-se, com a ajuda de Deus, com sua própria inteligência e esforço, uma verdadeira e sólida cultura pessoal, fruto de um estudo apaixonado e constante. A fé tem uma dimensão racional e intelectual que é essencial.” acrescentou.

"Quem alcança a maturidade – continuou o Pontífice– nesta formação cultural global pode ser um educador e animador mais eficaz dessa adoração “em Espírito e verdade” que Jesus fala para a Samaritana. Tal adoração está chamada a ser um culto no qual o próprio homem, na sua totalidade de ser dotado de razão, se faz adoração, glória do Deus vivente.”

Por isso, alentou a buscar sempre "um profundo sentido da história e da tradição da Igreja (…) Vocês tem a possibilidade de ampliar vosso horizonte com experiências de internacionalidade.” Aprendam a conhecer as diversas situações das nações e das Igrejas no mundo, e a vê-los em uma dimensão católica. Preparem-se para estar próximos de todas as pessoas que encontrem, sem permitir que nenhuma cultura possa ser uma barreira à Palavra de vida que vocês anunciam, também com vossa vida.” exortou.

Finalmente o Papa afirmou que "a Igreja espera muito dos jovens sacerdotes na obra da evangelização e nova evangelização. Vos animo para que com o esforço cotidiano, enraizados na beleza da tradição autêntica unidos profundamente a Cristo, sejas capaz de leva-Lo a vossas comunidades com verdade e alegria.”

Etiquetas: Sacerdócio, Bento XVI

* Obrigado por seu comentário. O número de mensagens que podem estar online é limitado. A tamanho dos comentários não deve exceder a 1500 caracteres. ACI Digital se reserva ao direito de publicação das mensagens segundo sua idoneidade e teor. ACI Digital não se solidariza necessariamente com os comentários nem as opiniões expressas por seus usuários.

RECOMENDAMOS »

Out
25
  • Você sabia que: A côr branca identifica-se com a pureza e a inocência. Por isso, desde os primeiros séculos do cristianismo os catecúmenos vão ao Batismo vestidos com túnicas brancas.

Videos

Santo Antônio de Pádua
Santo Antônio de Pádua
San José de Anchieta
A falta de oração leva à mediocridade espiritual
Papa Francisco: Nem a doença, nem a morte, poderá nos separar de Cristo
O Papa: A Igreja é a casa da Alegria
A comunhão fraterna leva à comunhão com Deus, diz o Papa
O Papa no Encontro Mundial das Famílias: Viver a Reconciliação Sempre
Maria é modelo de caridade e união com Cristo, destaca o Papa
Francisco exorta a rezar sempre sem jamais cansar-se
Rezar e anunciar o Evangelho é tarefa de todo cristão, afirma Francisco
Deus, nossa força, nos surpreende e nos pede sermos fiéis
O verdadeiro cristão segue o Senhor até a Cruz
A fé é a respiração da alma
Papa Francisco sobre Naufrágio em Lampedusa: uma vergonha!
Deus sempre acompanha a humanidade ao longo da história
Bento XVI: Jesus nos mostra o rosto de Deus
Bento XVI recorda que devemos ser sinais da ação de Deus no mundo
Bento XVI: é urgente falar de Deus no mundo atual
Bento XVI: Deus não é um absurdo embora seja sempre um Mistério
Bento XVI fala de três vias para que o coração do homem chegue a Deus
O homem, mendigo de Deus: catequese de Bento XVI
A fé nunca é um ato puramente individual, destaca Bento XVI
Bento XVI: Não nos basta a ciência, é a fé que nos sustenta
Bento XVI: a plenitude humana consiste no amor
Missa de abertura do Ano da Fé

Podcast

Evangelho do dia

Lucas 24, 1-12

Evangelho
Data
03/30/14
03/29/14
03/28/14

Homilia do dia

Lucas 18,9-14

Homilia
Data
03/29/14
03/28/14
03/27/14

Mais Popular

  Assinar 
Cancelar Assinatura
  

Siga-nos: