Papa Bento XVI não mudou a doutrina da Igreja sobre os preservativos, precisa porta voz vaticano