Carregando...
O Papa: Batismo é o início de um caminho de conversão que dura toda a vida

Foto News.va

VATICANO, 13 Nov. 13 / 03:16 pm (ACI/EWTN Noticias).- Na catequese da audiência geral das quartas-feiras, o Papa Francisco continuou a sua reflexão sobre os artigos do Credo, falando desta vez sobre a única referência explícita que se faz a um Sacramento na profissão de fé: "Professo um só batismo para o perdão dos pecados". Com efeito, o batismo é a "porta" da fé e da vida cristã e a missão da Igreja, seguindo o mandato do Ressuscitado é "evangelizar e perdoar os pecados através do sacramento batismal".

Para explicar melhor essa expressão, o Pontífice, dividiu-a em três pontos: "Professo"; "um só batismo"; "para o perdão dos pecados".

Pronunciando "Professo", disse o Santo Padre, afirmamos "nossa verdadeira identidade como filhos de Deus". Ao mesmo tempo, "ao batismo está ligada nossa fé no perdão dos pecados. O sacramento da penitência ou confissão é, de fato, como um ‘segundo batismo’, que nos leva sempre ao primeiro para consolidá-lo e renová-lo".

O batismo "é o ponto de partida de um caminho de conversão que dura a vida inteira. Quando vamos confessar nossas debilidades, nossos pecados, vamos pedir perdão a Jesus, mas também vamos renovar o batismo com esse perdão. A confissão não é uma sala de tortura, é uma festa para celebrar o dia do batismo".

O Papa, depois de afirmar que o batismo é também "a certidão de nascimento do cristão na Igreja", pediu que os participantes da audiência levantassem a mão se, além do dia do aniversário, lembravam também do dia do batismo e, dado que na Praça de São Pedro poucas pessoas levantaram os braços, deu a todos a tarefa de procurá-la quando voltassem para casa e celebrar assim também o aniversário do nascimento na Igreja.

Francisco passou depois ao segundo elemento: um só batismo, recordando que a palavra "batismo" significa literalmente "imersão". "Este sacramento -destacou- constitui uma verdadeira imersão espiritual na morte de Cristo, da qual ressurgimos com ele como novas criaturas. É um banho de regeneração e iluminação".

Regeneração porque atua esse nascimento da água e do Espírito sem o qual ninguém pode entrar no reino dos céus. Iluminação, porque através do batismo, a pessoa se enche da graça de Cristo, "luz verdadeira que ilumina a todo homem" e dissipa as trevas do pecado. Em virtude deste dom, o batizado está chamado a converter-se ele mesmo em luz "para os outros, especialmente para os que vivem entre as trevas e não veem nenhum brilho luminoso no horizonte de suas vidas".

Por último, o perdão dos pecados: no sacramento do batismo "perdoam-se todos os pecados, o pecado original e todos os pecados pessoais, assim como toda forma de pena pelo pecado. Com o batismo se abre a porta a uma nova forma de vida que não está oprimida pelo peso de um passado negativo e na qual ressoa já a beleza e a bondade do reino dos céus".

"É uma poderosa intervenção da misericórdia de Deus em nossas vidas, para nos salvar. Mas esta intervenção salvífica não priva a nossa natureza humana de sua debilidade, nem diminui nossa responsabilidade de pedir perdão cada vez que nos equivocamos".

"Eu não posso me batizar, duas vezes, três ou quatro –improvisou ao final da catequese- mas posso ir para confessar-me, e quando o faço renovo a graça do batismo. O Senhor Jesus, que é tão bom e nunca se cansa de perdoar, me perdoa."

"Lembrem! O batismo abre a porta da Igreja, mas quando a porta se fecha um pouco pelas nossas debilidades e pelos nossos pecados, a confissão volta a abri-la porque é como um segundo batismo que nos perdoa tudo e nos ilumina para seguir adiante com a luz do Senhor. Vamos assim, alegres. Porque temos que viver a vida com a alegria de Jesus Cristo e esta é uma graça do Senhor", concluiu.

Etiquetas: Papa Francisco, Audiência geral

* Obrigado por seu comentário. O número de mensagens que podem estar online é limitado. A tamanho dos comentários não deve exceder a 1500 caracteres. ACI Digital se reserva ao direito de publicação das mensagens segundo sua idoneidade e teor. ACI Digital não se solidariza necessariamente com os comentários nem as opiniões expressas por seus usuários.

RECOMENDAMOS »

Out
25
  • Você sabia que: A côr branca identifica-se com a pureza e a inocência. Por isso, desde os primeiros séculos do cristianismo os catecúmenos vão ao Batismo vestidos com túnicas brancas.

Videos

Santo Antônio de Pádua
Santo Antônio de Pádua
San José de Anchieta
A falta de oração leva à mediocridade espiritual
Papa Francisco: Nem a doença, nem a morte, poderá nos separar de Cristo
O Papa: A Igreja é a casa da Alegria
A comunhão fraterna leva à comunhão com Deus, diz o Papa
O Papa no Encontro Mundial das Famílias: Viver a Reconciliação Sempre
Maria é modelo de caridade e união com Cristo, destaca o Papa
Francisco exorta a rezar sempre sem jamais cansar-se
Rezar e anunciar o Evangelho é tarefa de todo cristão, afirma Francisco
Deus, nossa força, nos surpreende e nos pede sermos fiéis
O verdadeiro cristão segue o Senhor até a Cruz
A fé é a respiração da alma
Papa Francisco sobre Naufrágio em Lampedusa: uma vergonha!
Deus sempre acompanha a humanidade ao longo da história
Bento XVI: Jesus nos mostra o rosto de Deus
Bento XVI recorda que devemos ser sinais da ação de Deus no mundo
Bento XVI: é urgente falar de Deus no mundo atual
Bento XVI: Deus não é um absurdo embora seja sempre um Mistério
Bento XVI fala de três vias para que o coração do homem chegue a Deus
O homem, mendigo de Deus: catequese de Bento XVI
A fé nunca é um ato puramente individual, destaca Bento XVI
Bento XVI: Não nos basta a ciência, é a fé que nos sustenta
Bento XVI: a plenitude humana consiste no amor
Missa de abertura do Ano da Fé

Podcast

Evangelho do dia

Lucas 24, 1-12

Evangelho
Data
03/30/14
03/29/14
03/28/14

Homilia do dia

Lucas 18,9-14

Homilia
Data
03/29/14
03/28/14
03/27/14

Mais Popular

  Assinar 
Cancelar Assinatura
  

Siga-nos: