O mundo se esqueceu do Congo, só a Igreja defende a população, assinala sacerdote

Por Miguel Pérez Pichel
Militares detêm sacerdotes no Congo. Foto: ACS Itália