Carregando...
Militar seqüestrado que escapou das FARC rezava a Deus pelos guerrilheiros

Luis Erazo (à esquerda)

BOGOTÁ, 29 Nov. 11 / 10:02 am (ACI/EWTN Noticias).- O sargento Luis Alberto Erazo Maya, o único sobrevivente do recente massacre perpetrado contra quatro seqüestrados (por mais de dez anos) por parte das FARC, contou que rezava pelos guerrilheiros durante seu cativeiro.

Conforme informa o jornal colombiano El Tiempo, o sargento esteve seqüestrado durante 11 anos, 11 meses e 17 dias. Este fim de semana pôde voltar a ver suas duas filhas em Nariño, sua cidade natal, e inteirar-se que agora é avô do pequeno Jefferson. Sua mãe lhe contou que o louro e os gansos que deixou em casa seguem vivos e o esperam.

"Deus existe", repetiu Erazo uma e outra vez, e disse logo que sua única esperança esteve sempre na oração. Entre os objetos que trouxe da selva em uma mochila que ele mesmo teceu havia um Missal romano.

Àqueles que o visitaram no hospital onde esteve sendo tratado, inclusive ao presidente Juan Manuel Santos, o militar contou-lhes que "rezava até pelos guerrilheiros".

O massacre

Erazo foi atingido por algumas balas dos guerrilheiros das FARC enquanto fugia, informou uma rádio local. Ele também relatou que os disparos começaram às 09:15h, quando descobriram sua fuga.

"Escutei muitos disparos como a 15 metros e logo senti impactos na cara e o pescoço. Então soube que a coisa era comigo. Olhei para atrás e me dava conta que o guarda tinha ido para outro lado e me deu campo para fugir. Então começo a correr para a selva e vejo o que me perseguia correndo atrás de mim até que eu o deixei atrás", contou.

Segundo o sargento, "os guerrilheiros nos diziam que em caso de combate corrêssemos ao lado deles porque nos entregariam sãos e salvos. Eu esqueci disto e corri para a selva. Meus companheiros, em troca, avançaram na direção deles e aí foi quando (os guerrilheiros das FARC) os assassinaram”.

Apesar das feridas, Erazo aproveitou que não estava acorrentado e correu com todas suas forças, sempre afastando do lugar no qual tinha passado as últimas 12 horas (o grupo vinha deslocando-se do norte de Caquetá para Putumayo).

Assim, conseguiu sair da área do acampamento e decidiu esconder-se em um tronco e não mover-se mais. Esteve escondido por quase oito horas, até que se convenceu de que as vozes que ouvia eram de soldados.

"Em um claro muito grande na selva vi alguns uniformizados que trabalhavam com serras elétricas . Quando vi um com capacete e com visores noturnos, sabia que eram soldados e fui para lá. Abraçaram-me e não me soltaram, deram-me as boas-vindas", relatou emocionado.

O estado de saúde

A equipe médica que o avaliou está surpresa "das capacidades físicas e emocionais (do sargento) para suportar este tipo de cativeiro".

"Quando chegou ao hospital teve várias intervenções. Foi avaliado pela equipe de saúde mental descartando alguma patológica psicótica, foi avaliado por saúde oral, que encontrou a perda de algumas peças dentais, por isso será submetido à reabilitação oral", disse a coronel Adriana Camero, diretora Hospital Central da Polícia.

"Está em muito boas condições gerais, com um estado de ânimo satisfatório e com muita vontade de viver", acrescentou.

Etiquetas: sequestros, FARC

* Obrigado por seu comentário. O número de mensagens que podem estar online é limitado. A tamanho dos comentários não deve exceder a 1500 caracteres. ACI Digital se reserva ao direito de publicação das mensagens segundo sua idoneidade e teor. ACI Digital não se solidariza necessariamente com os comentários nem as opiniões expressas por seus usuários.

RECOMENDAMOS »

Nov
22

Católico em dia

22 de novembro de 2014

  • Você sabia que: A côr branca na liturgia se utiliza principalmente no Natal e Páscoa, assim como em festas marianas, de santos e anjos. Simboliza a pureza e integridade da vida de fé.

Videos

Santo Antônio de Pádua
Santo Antônio de Pádua
San José de Anchieta
A falta de oração leva à mediocridade espiritual
Papa Francisco: Nem a doença, nem a morte, poderá nos separar de Cristo
O Papa: A Igreja é a casa da Alegria
A comunhão fraterna leva à comunhão com Deus, diz o Papa
O Papa no Encontro Mundial das Famílias: Viver a Reconciliação Sempre
Maria é modelo de caridade e união com Cristo, destaca o Papa
Francisco exorta a rezar sempre sem jamais cansar-se
Rezar e anunciar o Evangelho é tarefa de todo cristão, afirma Francisco
Deus, nossa força, nos surpreende e nos pede sermos fiéis
O verdadeiro cristão segue o Senhor até a Cruz
A fé é a respiração da alma
Papa Francisco sobre Naufrágio em Lampedusa: uma vergonha!
Deus sempre acompanha a humanidade ao longo da história
Bento XVI: Jesus nos mostra o rosto de Deus
Bento XVI recorda que devemos ser sinais da ação de Deus no mundo
Bento XVI: é urgente falar de Deus no mundo atual
Bento XVI: Deus não é um absurdo embora seja sempre um Mistério
Bento XVI fala de três vias para que o coração do homem chegue a Deus
O homem, mendigo de Deus: catequese de Bento XVI
A fé nunca é um ato puramente individual, destaca Bento XVI
Bento XVI: Não nos basta a ciência, é a fé que nos sustenta
Bento XVI: a plenitude humana consiste no amor
Missa de abertura do Ano da Fé

Mais Popular

  Assinar 
Cancelar Assinatura
  

Siga-nos: