Imagem do jogador Neymar “crucificado” foi inadequado e inapropriado, afirma secretário geral da CNBB

Dom Leonardo Ulrich Steiner (foto: www.cnbb.org.br/site)