Foi despedido da ESPN acusado de racismo e Deus o surpreendeu com chamado ao sacerdócio