Estados Unidos e 31 países assinam declaração que rechaça o “direito humano” ao aborto

Sede das Nações Unidas em Genebra, Suíça / Crédito: Unsplash