CNBB se pronuncia sobre resolução que permite visita íntima a adolescentes infratores

Logo da CNBB. Crédito: Conferência Nacional dos Bispos do Brasil