Diante da iminente votação do Supremo

Cardeal Scherer esclarece: os anencéfalos são seres humanos e seu direito à vida é intocável