Carregando...
Bento XVI: Magos mostram que a Igreja é desde o início universal

Papa Bento XVI

VATICANO, 07 Jan. 13 / 09:34 am (ACI/EWTN Noticias).- Em suas palavras prévias à oração do Ângelus de ontem, com ocasião da Solenidade da Epifania do Senhor, o Papa Bento XVI assinalou que "nas figuras dos Magos, que chegam a Belém seguindo a luz de uma estrela e as indicações das Sagradas Escrituras" se conhece que a Igreja é "desde o início universal".

O Santo Padre indicou que "a Virgem Maria, junto com seu marido, representam o ‘tronco’ de Israel, o ‘resto’ preanunciado pelos profetas, do qual devia brotar o Messias. Os Reis Magos representam os povos, e também podemos dizer as civilizações, as culturas, e as religiões que estão, por dizê-lo de alguma maneira, em caminho para Deus, em busca de seu reino de paz, de justiça, de verdade e de liberdade".

"Em um primeiro momento há um núcleo, personificado por Maria, a ‘filha de Sião’: um núcleo de Israel, o povo que conhece e que tem fé naquele Deus que se revelou aos Patriarcas e no caminho da história".

O Papa sublinhou que "esta fé atinge seu cumprimento em Maria, na plenitude dos tempos; nela, ‘bem-aventurada porque acreditou’, o Verbo se fez carne, Deus apareceu’ no mundo".

"A fé de Maria se converte nas primícias e no modelo de fé da Igreja, Povo da Nova Aliança".

Bento XVI recordou também que enquanto hoje celebramos a Epifania do Senhor, "numerosas Igrejas Orientais, segundo o calendário Juliano, celebram o Natal".

"Esta pequena diferença, que faz que se sobreponham os dois momentos, faz ressaltar que aquele Menino, nascido na humildade da gruta de Belém, é a luz do mundo, que orienta o caminho de todos os povos".

"É um binômio que também faz refletir dede o ponto de vista da fé: por um lado, no Natal, ante Jesus, vemos a fé de Maria, de José e dos pastores; e hoje, na Epifania, vemos a fé dos Magos, vindos do Oriente para adorar ao rei dos Judeus".

O Papa assinalou que "a fé de Maria pode ser comparada a de Abraham: é o novo início da mesma promessa, do mesmo imutável intuito de Deus, que encontra agora seu pleno cumprimento em Jesus Cristo".

"E a luz de Cristo é tão límpida e forte que faz inteligível tanto a linguagem do cosmos, quanto a das Escrituras, de modo que todos aqueles que, como os Magos, estão abertos à verdade, podem reconhecê-la e chegar a contemplar o Salvador do mundo".

O Santo Padre indicou que "também nesta perspectiva podemos ver as Ordenações episcopais que tive a alegria de celebrar nesta manhã na Basílica de São Pedro: dois dos novos Bispos permanecerão ao serviço da Santa Sé, e os outros dois partirão para ser Representantes Pontifícios em duas nações".

"Oremos por cada um deles, por seu ministério, e para que a luz de Cristo resplandeça no mundo inteiro", concluiu.

Etiquetas: Epifania, Ângelus dominical

* Obrigado por seu comentário. O número de mensagens que podem estar online é limitado. A tamanho dos comentários não deve exceder a 1500 caracteres. ACI Digital se reserva ao direito de publicação das mensagens segundo sua idoneidade e teor. ACI Digital não se solidariza necessariamente com os comentários nem as opiniões expressas por seus usuários.

RECOMENDAMOS »

Out
1
  • Você sabia que: O Colégio Cardenalício conta com um Camarlengo, quem admnistra os bens da Igreja quando a Sede de Pedro está vaga.

Videos

Santo Antônio de Pádua
Santo Antônio de Pádua
San José de Anchieta
A falta de oração leva à mediocridade espiritual
Papa Francisco: Nem a doença, nem a morte, poderá nos separar de Cristo
O Papa: A Igreja é a casa da Alegria
A comunhão fraterna leva à comunhão com Deus, diz o Papa
O Papa no Encontro Mundial das Famílias: Viver a Reconciliação Sempre
Maria é modelo de caridade e união com Cristo, destaca o Papa
Francisco exorta a rezar sempre sem jamais cansar-se
Rezar e anunciar o Evangelho é tarefa de todo cristão, afirma Francisco
Deus, nossa força, nos surpreende e nos pede sermos fiéis
O verdadeiro cristão segue o Senhor até a Cruz
A fé é a respiração da alma
Papa Francisco sobre Naufrágio em Lampedusa: uma vergonha!
Deus sempre acompanha a humanidade ao longo da história
Bento XVI: Jesus nos mostra o rosto de Deus
Bento XVI recorda que devemos ser sinais da ação de Deus no mundo
Bento XVI: é urgente falar de Deus no mundo atual
Bento XVI: Deus não é um absurdo embora seja sempre um Mistério
Bento XVI fala de três vias para que o coração do homem chegue a Deus
O homem, mendigo de Deus: catequese de Bento XVI
A fé nunca é um ato puramente individual, destaca Bento XVI
Bento XVI: Não nos basta a ciência, é a fé que nos sustenta
Bento XVI: a plenitude humana consiste no amor
Missa de abertura do Ano da Fé

Podcast

Evangelho do dia

Lucas 24, 1-12

Evangelho
Data
03/30/14
03/29/14
03/28/14

Homilia do dia

Lucas 18,9-14

Homilia
Data
03/29/14
03/28/14
03/27/14

Mais Popular

  Assinar 
Cancelar Assinatura
  

Siga-nos: