Carregando...
Bento XVI: Jesus traz para os homens uma paz que o mundo não pode dar

VATICANO, 02 Jan. 13 / 04:02 pm (ACI/EWTN Noticias).- Em suas palavras prévias à oração do primeiro Angelus de 2013, realizado no dia 01 de janeiro na Praça de São Pedro, o Papa Bento XVI assinalou que Jesus, o Verbo de Deus feito carne, “veio para trazer para os homens uma paz que o mundo não pode dar”.

Por isso, assinalou o Santo Padre, “oito dias depois de Natal, quando a Igreja, como a Virgem Mãe Maria, mostra ao mundo Jesus recém-nascido, Príncipe da Paz, celebramos a Jornada Mundial da Paz”.

“Como a luz e o calor do sol, são uma bênção para a terra, assim a luz de Deus o é para a humanidade, quando Ele faz brilhar sobre ela seu rosto. E isto aconteceu com o nascimento do Jesus Cristo”.

O Papa assinalou que “Deus fez resplandecer para nós seu rosto: no início de modo muito humilde, escondido –em Belém somente Maria e José e alguns pastores foram testemunhas desta revelação-; mas pouco a pouco, como o sol que da alvorada chega ao meio dia, a luz de Cristo cresceu e se difundiu em todo o mundo”.

“Do breve tempo de sua vida terrena, Jesus de Nazaré fez resplandecer o rosto de Deus sobre a Terra Santa; e logo, mediante a Igreja animada por seu Espírito, estendeu a todos os povos o Evangelho da paz”.

“‘Gloria a Deus nas alturas, e na terra, paz aos homens amados por Ele! Este é o canto dos anjos no Natal, e é o canto dos cristãos sob cada céu; um canto que dos corações e dos lábios passa mediante a gestos concretos, nas ações do amor que constroem diálogo, compreensão e reconciliação”.

O Papa sublinhou que quando Jesus proclamava as Bem-aventuranças à beira do lago da Galilea, “entre estas está também ‘Felizes os que trabalham pela paz, porque serão chamados filhos de Deus’”.

“Quem são os que trabalham pela paz? São todos aqueles que, dia a dia, procuram vencer o mal com o bem, com a força da verdade, com as armas da oração e do perdão, com o trabalho honesto e bem feito, com a busca científica ao serviço da vida, com as obras de misericórdia corporal e espiritual”.

Bento XVI indicou que quem “trabalha pela paz são muitos, mas não fazem ruído. Como levedura na massa, fazem crescer a humanidade segundo o desígnio de Deus”.

O Papa assinalou que “neste primeiro Angelus do novo ano, pedimos a Maria Santísssima, Mãe de Deus, que nos abençoe, como a mãe abençoa seus filhos que devem partir de viagem”.

“Um novo ano é como uma viagem: que com a luz e a graça de Deus, possa ser um caminho de paz para cada homem e cada família, para cada País e para o mundo inteiro”, concluiu.

Etiquetas: BENTO XVI, Catequese

* Obrigado por seu comentário. O número de mensagens que podem estar online é limitado. A tamanho dos comentários não deve exceder a 1500 caracteres. ACI Digital se reserva ao direito de publicação das mensagens segundo sua idoneidade e teor. ACI Digital não se solidariza necessariamente com os comentários nem as opiniões expressas por seus usuários.

RECOMENDAMOS »

Abr
18

Católico em dia

18 de abril de 2014

  • Você sabia que: Os seguidores de Jesus foram chamados "cristãos" recém desde o ano 43 na evangelização da Antioquia.

Videos

A falta de oração leva à mediocridade espiritual
A falta de oração leva à mediocridade espiritual
Papa Francisco: Nem a doença, nem a morte, poderá nos separar de Cristo
O Papa: A Igreja é a casa da Alegria
A comunhão fraterna leva à comunhão com Deus, diz o Papa
O Papa no Encontro Mundial das Famílias: Viver a Reconciliação Sempre
Maria é modelo de caridade e união com Cristo, destaca o Papa
Francisco exorta a rezar sempre sem jamais cansar-se
Rezar e anunciar o Evangelho é tarefa de todo cristão, afirma Francisco
Deus, nossa força, nos surpreende e nos pede sermos fiéis
O verdadeiro cristão segue o Senhor até a Cruz
A fé é a respiração da alma
Papa Francisco sobre Naufrágio em Lampedusa: uma vergonha!
Deus sempre acompanha a humanidade ao longo da história
Bento XVI: Jesus nos mostra o rosto de Deus
Bento XVI recorda que devemos ser sinais da ação de Deus no mundo
Bento XVI: é urgente falar de Deus no mundo atual
Bento XVI: Deus não é um absurdo embora seja sempre um Mistério
Bento XVI fala de três vias para que o coração do homem chegue a Deus
O homem, mendigo de Deus: catequese de Bento XVI
A fé nunca é um ato puramente individual, destaca Bento XVI
Bento XVI: Não nos basta a ciência, é a fé que nos sustenta
Bento XVI: a plenitude humana consiste no amor
Missa de abertura do Ano da Fé
Bento XVI: O concílio e a beleza da nossa fé
A oração jamais pode ser feita de modo individualista

Podcast

Evangelho do dia

Lucas 24, 1-12

Evangelho
Data
03/30/14
03/29/14
03/28/14

Homilia do dia

Lucas 18,9-14

Homilia
Data
03/29/14
03/28/14
03/27/14

Mais Popular

  Assinar 
Cancelar Assinatura
  

Siga-nos: