Autoridades se pronunciam após paródia de “aborto” da Virgem Maria em marcha feminista

Escritórios do INADI em Buenos Aires, Argentina. Foto: Facebook INADI.